Bastante se fala de "blogar como antigamente" ou bloggar como "na era de ouro dos blogs". Dizem que os blogs perderam o cunho pessoal e viraram comerciais  ou que ficaram muito "vazios" de conteúdo, ou ainda servem agora apenas pra postar fotos de moda (looks).
Mas se você observar, a "era de ouro dos blogs" "termina" com a popularização do Facebook. Já tínhamos o Orkut, mas este tinha algumas limitações. Mas quando Tumblr, Facebook e Twitter se tornam mais populares há 6 ou 7 anos atrás, a função do blog, de comunicar autor com leitor, cai.

As pessoas passaram a recorrer às redes sociais pra postar coisas que poderiam ser postadas em seus blogs, como dicas de livros, música, fotos e opiniões pessoais. A opinião se fragmenta em diversas redes sociais e não mais fica condensada nos blogs pessoais. 

Se antes recorríamos aos blogs pra ver o que as pessoas andavam fazendo, agora, recorremos às redes sociais delas.

Então, talvez isso explique porque os blogs viraram um local mais "superficial" em termos de conteúdo, já que as redes abraçaram a opinião própria.

Muitas são as tentativas, inclusive de grupos no Facebook de fazer com que a blogagem coletiva faça com que o cunho pessoal dos blogs volte a ser relevante.

Meu exemplo não é regra, mas uma coisa que observei, é que o meu blog Moda de Subculturas, tem redes sociais com poucos seguidores (nunca comprei like nenhum). No instagram (rede social do momento) não chega a mil seguidores. No Youtube, não fiz nada relevante ainda. Numa pesquisa de público que está em atividade neste mesmo blog, uma porcentagem grande de leitores, diz que só visita o blog, e que isto é suficiente pra eles. E isso me fez refletir o quão "fora da regra" são meus leitores haha! Enquanto o mundo busca redes sociais, os leitores do MdS buscam o blog!
Não é um blog pessoal, óbvio, mas me fez pensar no quanto redirecionar o conteúdo pra apenas uma fonte (no caso, o blog), faz aquelas pessoas sempre retornarem praquele lugar ao invés de se fragmentarem nas diversas redes sociais.

Um ponto a ser observado é que as redes sociais tem seus modismos. Facebook já esteve em alta e hoje todo mundo reclama, Tumblr (que na verdade é um blog) nem todo mundo sabe como interagir, nem todo layout é prático. Twitter ainda é relevante mas não suporta frases longas e chegamos à era do Instagram onde a imagem vale mais que mil palavras.

A grande questão é: como lidar com TANTAS redes sociais? 
Como lidar com os modismos? 
De repente você investe super numa rede social e quando vê outra surge como "top do momento", e o seu conteúdo da rede social que saiu de moda, como fica?
E como faz pra transferir todos aqueles seguidores pra nova rede social do momento?

Por isso acredito - ainda - que os blogs são uma plataforma "fixa", um porto seguro. Independente dos modismos, ficam. Basta que você atraia seus leitores para aquele lugar. Isso, se você fizer questão de manter um blog né?

Toda essa fragmentação de conteúdo - que é legal, tem sua importância (eu tenho todas as redes sociais!). Por mais que criemos grupos de blogagem coletiva, acaba sendo um "paliativo" à essa situação. Porque sim, a atenção do leitor, está cada vez mais dividida. Não creio que a era de ouro dos blogs retorne tão cedo, mas se você ainda ama blogar, atraia o leitor pro seu espaço. O que se posta num blog supera modismos. Isso é algo interessante.



5 Comentários

  1. Muito bem observado isso. Concordo plenamente. E o Moda de Subculturas é um canal que sempre volto, pois tem conteúdo relevante, de qualidade e praticamente único.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daise! Citei o MdS porque as respostas da pesquisa que fiz lá me chamaram a atenção pra isso. Os blogs "perderam" assunto pras redes sociais e se torna um grande desafio pro blogueiro administrar tantas redes sociais. Mas nos blogs o conteúdo está sempre lá, fixo, independente dos altos e baixos das social medias :)

      Excluir
  2. Gostei da sua reflexão! Eu sinto necessidade de expor mais no blog sobre minhas opiniões e dia-a-dia, mais do que no facebook.

    bruna-morgan.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também sinto Bruna. Às vezes penso em bloggar toda hora do dia soltando pensamentos aleatórios. Mas me pego censurando-me. Me pego pensando "o blog ñ é lugar pra isso, isso é pro Face ou pro Twitter". Tenho feito isso pelo Tumblr, talvez porque sinta que lá é uma plataforma mais "livre". É curioso como criou-se nas entrelinhas isso de que blog não serve mais pra micro posts e opiniões do dia a dia. É de se pensar!
      Bjs!

      Excluir
  3. Achei bem bacana essa observação e nunca tinha pensado dessa forma, mas é bem verdade mesmo. Reparando em blogs como o MdS a gente vê que mesmo com todas as redes sociais, o público do blog ainda tá lá firme e forte (eu, inclusive!) ^^
    Eu acho que por mais que a época de outro dos blogs já tenha acabado, eles nunca deixarão de existir, exatamente por ser um espaço mais pessoal. Mesmo que algumas pessoas o usem de forma comercial. Mesmo que as redes sociais tenham cunho pessoal. Ainda assim acho o espaço do blog muito único. É meio que nas redes sociais você está sendo vigiado e julgado e no blog você está expondo sua opinião de forma mais livre e pra pessoas que realmente se interessam pelo que você tá falando.
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela interação. Os comentários serão respondidos aqui mesmo ^-^